Raça é milenar e se adapta a clima adverso

A Valdostana existe nesta região da Itália desde os anos 1400, e já há 100 anos está em curso um trabalho de melhoramento. Porém, foi a partir dos últimos 30 anos que se iniciaram efetivamente as ações com teor mais científico. A raça é originária da raça Simental.

“Como a raça teve que se adaptar a uma região de clima bem adverso, a produção de leite por vaca não é muito alta: são em média de 20 a 25 litros/dia por vaca. Esta é a grande razão pela qual Mário acredita na adaptação da Valdostana com cruzamentos com raça local do Brasil”, comentou Tiago Mattosinho. A questão climática não deverá ser problema. O diretor técnico da Associação Nacional da Raça Valdostana, Mário Vevey, diz que a insolação nas montanhas do Valle D’Aosta é tão intensa quanto em Mato Grosso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s