Produção de queijo Fontina é atração turística

A comitiva do Sistema Famato/Senar que está na Itália para conhecer melhor a pecuária leiteira do país começou o segundo dia se reunindo com os responsáveis pelo Centro de Visitantes e pela gruta de maturação de queijos do Vale D’Aosta. A agenda incluiu também um encontro com assessores da Secretaria de Agricultura e Recursos Naturais local.

“Aqui, a produção de queijo é uma atração turística. O centro de visitantes pertence à cooperativa de produtores de leite da região e é uma espécie de museu que permite ao turista saber como é feito o processo de produção do queijo Fontina”, explica o superintendente do Senar, Tiago Mattosinho, que participa da missão técnica. Vídeos e quadros explicativos reproduzem a fabricação do queijo, mas o ponto alto é a gruta de maturação, uma das oito grutas usadas para a cura do produto que fica aberta à visitação.

Na Secretaria de Agricultura e Recursos Naturais, a comitiva do Sistema Famato/Senar conheceu mais de perto o Projeto Valdostana, que inclui a introdução da raça em outras regiões, testes zootécnicos de produção, fomento do cooperativismo e qualificação profissional para a produção de leite e queijo. “O momento econômico e político não tem ajudado na obtenção de recursos públicos aqui na Itália. Os produtores já perderam mais de 50% dos subsídios do governo, mas estão otimistas e acreditam que esse momento mais crítico irá passar”, observou Tiago Mattosinho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s