Sucesso na primeira rodada do PDS

Image

Está encerrada a primeira rodada do Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS) – considerado o maior programa que o Sistema Famato/Senar desenvolveu direcionado para os Sindicatos Rurais (SR’s) de Mato Grosso. O objetivo é mostrar exemplos de sindicatos que desenvolveram algo diferente e obtiveram sucesso, além de identificar aqueles que podem agregar ações para melhorar sua representatividade, visibilidade, sustentabilidade e organização interna. A equipe do Sistema Famato/Senar percorreu, de 27 de fevereiro a 9 de março, 12 SR’s. Até o final deste ano, os dirigentes e colaboradores dos 86 sindicatos existentes em Mato Grosso serão treinados e qualificados pelo programa. Em abril começará a segunda rodada do PDS, em Sorriso. Outros nove municípios receberão a equipe do Sistema Famato.

“Com esse plano, vamos fortalecer as relações do sistema sindical, auxiliando os 86 sindicatos do estado em estratégias de desenvolvimento institucional ajustadas às novas exigências da produção rural. Esta primeira etapa foi bastante positiva. Acredito que formamos novos líderes com aptidão para tomada de decisões em prol da gestão sindical”, afirmou o presidente do Sistema Famato/Senar, Rui Prado.

A Analista Sindical do Núcleo Técnico da entidade, Diana Maia, acompanhou todos os treinamentos e verificou o empenho e a colaboração dos dirigentes sindicais durante a qualificação. “Foi muito positivo. Os presidentes e colaboradores não apresentaram nenhuma resistência e demonstraram bastante interesse pelo programa. O PDS tem tudo para dar certo e alavancar os sindicatos rurais do Estado”, opinou.

Segundo a analista, a finalidade é agregar conhecimento, quebrar paradigmas e mostrar as novas tendências para os sindicatos. Uma delas, conforme explicou, é que o sindicato não pode mais exercer apenas seu papel de representatividade do produtor rural. “O sindicato também tem que oferecer benefícios ao produtor, ser um prestador de serviços ao associado. Além disso, deve ser mais interativo com a sociedade urbana e influente no município. Para que isso aconteça, deve haver comprometimento de todos os membros do sindicato, inclusive de seus associados”, destacou Diana.

Um exemplo de sindicato bastante adiantado no que diz respeito à prestação de serviços aos produtores rurais é o de Alta Floresta. Além da assistência jurídica, o SR oferece aos produtores serviços especializados nas áreas de Agronomia, Engenharia Florestal e Contabilidade. No sindicato, há um Consultório Odontológico aberto aos associados e também um espaço para realização de treinamentos dos cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e uma sala de inclusão digital.

“União é a intensa busca do Sindicato para com os produtores rurais de Alta Floresta. Queremos que o produtor entenda o Sindicato como seu representante legal. Essa é a nossa visão e estamos buscando meios para que isso ocorra. O PDS está conseguindo desenvolver muito bem esses meios para o alcance das metas”, afirmou o presidente do Sindicato Rural de Alta Floresta, que também é vice-presidente da Famato pela Região Norte, Willian José Lima.

Próximas etapas –  Nos dias 17 e 18 de abril, a equipe do PDS estará na Regional de Sorriso para capacitar dirigentes e colaboradores de mais nove sindicatos rurais (Cláudia, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Ubiratã, Sinop, Sorriso, Tapurah e Vera). E dos dias 19 a 25 de abril estes mesmos sindicatos participação da etapa do planejamento estratégico.

Para entender – O PDS é formado pelos programas Sindicato Forte, coordenado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), e o Empreendedor Sindical, da Federação da Agricultura de Goiás (Faeg).

A Famato englobou estes dois programas no PDS e dividiu as ações em quatro etapas, que ocorrem de forma gradativa e permitem a agregação de conhecimentos. A primeira fase foi a de Sensibilização e a segunda, de Diagnóstico, quando foi aplicado um questionário no SR para medir o Índice de Desenvolvimento Sindical (IDS). Após a participação do sindicato no PDS, outro questionário será aplicado para acompanhar a evolução das ações promovidas pelo sindicato.

Na terceira etapa, representantes do Senar-Central virão para Mato Grosso para aplicar os conceitos do programa Sindicato Forte, cujo objetivo é integrar os SR’s às estratégias nacionais de desenvolvimento do setor rural. Diretores e colaboradores sindicais iniciarão o planejamento estratégico de suas entidades nesta capacitação. A equipe do Sistema Famato/Senar dará continuidade ao planejamento no sindicato de cada município que participou da capacitação.

O Manual de Boas Práticas Sindicais é uma ferramenta que será entregue na terceira etapa do PDS, sendo um guia construído pelo Sistema Famato/Senar com a missão de apresentar um passo a passo para o sucesso da representação sindical rural. A última etapa consiste em acompanhar o implemento das metas estabelecidas no planejamento estratégico e contará com o supervisor da regional para fazer o acompanhamento in loco.

A Famato é a entidade que representa os 86 sindicatos rurais existentes em Mato Grosso. Junto com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), forma o Sistema Famato.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s