Mato Grosso tem potencial para aumentar produção de aves

Image
Crislaine Santos, mestre em Avicultrura

Para a mestre em Avicultura, Crislaine Santos, da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), o Estado possui dois polos distintos de produção de aves: um desenvolvido, representado pelos municípios de Campo Verde, Primavera do Leste e Nova Mutum, e outro ainda em desenvolvimento, que se concentra no Vale do Guaporé, Pontes e Lacerda e Mirassol D’Oeste. “Em Pontes e Lacerda, por exemplo, temos alimentos para as aves, temos espaço territorial e até o clima que era desfavorável já conseguimos contornar com tecnologia. Agora só precisamos de qualificação específica para aquela região”, informa revelando que há potencial para aumentar a produção.

A avaliação foi feita durante o Workshop das Cadeias Produtivas, evento realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), durante a manhã dessa segunda-feira (19.03). Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mato Grosso é o sétimo maior produtor de ave do país. Em 2010, o Brasil produziu 4,9 trilhões de aves. Deste total, Mato Grosso contribuiu com cinco bilhões, o que representa 3,7% . O município de Campo Verde tem o quinto maior plantel de aves do Brasil, com cerca de 11 milhões de aves.

ASCOM Senar-MT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s