Estradeiro percorre 725 km no segundo dia e chega até Vilhena (RO).

Image

O segundo dia do Estradeiro Aprosoja começou ontem (03.04), em Sorriso (MT), e seguiu até Vilhena (RO), passando pelas cidades de Nova Mutum, Campo Novo dos Parecis e Campos de Júlio com um total de 725 km percorridos. Nesta quarta-feira (04.04) a expedição chega ao seu destino final, Porto Velho (RO).

Confira o relato da analista de Meio Ambiente e Logística da Famato, Lucélia Perin, sobre o segundo dia de viagem:

“Ontem (03.04) saímos de Sorriso às 07h30 com destino à Vilhena. Neste segundo dia de Estradeiro contamos com a participação do presidente do Sindicato Rural de Sinop, Leonildo Barei.

 O percurso percorrido foi:

BR 163 – Sorriso a Nova Mutum (150 km de asfalto): Asfalto em boa condição, com grande fluxo de carretas.

Rod. MT 249 – Nova Mutum a Campo Novo do Parecis (231 km de asfalto):
* Trecho Nova Mutum – Entroncamento Rod. MT 010:
Asfalto em ótimas condições;
* Trecho Entroncamento São José do Rio Claro – Entroncamento Nova Maringá:
Estrada asfaltada, porém em péssimas condições e com enormes buracos, dificultando o tráfego de carretas e carros de passeio.
* Trecho Entroncamento Nova Maringá – Campo Novo do Parecis
: Asfalto em boas condições.

Chegamos em Campo Novo do Parecis às 11h e seguimos para o Sindicato Rural onde foi realizado um Simpósio sobre o Movimento Pró-Logística com a participação dos produtores rurais do município e de toda a região. Fomos recepcionados pelo presidente do sindicato, Alex Utida, e pelo vice-presidente da Região II, José Guarino Fernandes, que seguiu viagem conosco.

Rod. MT 235 – Campo Novo do Parecis a Sapezal (106 km de asfalto): Asfalto em boas condições até o pedágio indígena. O restante do trecho apresenta parte do asfalto danificado.

BR 364 – Sapezal a Campos de Julio (58 km de asfalto): Asfalto em boas condições.

BR 364/ BR 174 – Campo de Julio a Vilhena (180 km de asfalto): Asfalto em boas condições com muito tráfego de carretas.

Também observamos a produção agropecuária durante todo o percurso. Há uma grande diversificação de culturas nesta região, muita área com milho safrinha, feijão e algumas áreas com algodão e bovinocultura de corte.

Chegamos em Vilhena às 17h4. O Sindicato Rural do município realizou, juntamente com a Aprosoja/RO, um jantar no parque de exposições para recepcionar o Estradeiro, onde aconteceu uma apresentação sobre os trabalhos do Movimento Pró-Logística.

Amanhã, seguiremos para Porto Velho(RO) e teremos a participação dos produtores de Vilhena (RO)”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s