Impressões sobre o leilão de gado australiano

Os integrantes da Missão Técnica pela Austrália e Nova Zelândia continuam a maratona de conhecimento sobre a pecuária de corte da Austrália. Na terça-feira (08.05), o grupo visitou o leilão de gado Queensland Livestock Exchange, na cidade de Rockhampton. A Missão é uma realização da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT).

Confira o relato do coordenador da equipe de Aprendizagem Rural do Senar-MT, Valter Bende, sobre a experiência de participar de um leilão de gado na Austrália.

“Os leilões de gado na Austrália são bem diferentes dos que acontecem no Brasil. Aqui, o lance é feito por kilograma de peso vivo. O preço de compra é de U$2,20/Kg em média. Um boi pesa cerca de 700 Kg e cada leilão movimenta em torno de 2 mil  animais que são todos provenientes de confinamentos.

Entre os compradores do leilão estavam os frigoríficos adquirindo o gado para abate, o que é bastante comum. A compra direta do produtor também pode ser feita, porém percebemos que as maiores aquisições são feitas pelos frigoríficos. Também havia produtores entre os compradores, mas, neste caso, o interesse era em eventuais oportunidades para comprar gado de confinamento.

Os lotes são uniformes em termos de fenótipo e genótipo. O recinto do leilão é de um fundo de pensão e administrado por uma empresa que aluga aos leiloeiros. O tempo médio de leilão de cada lote é entre 40 segundos e 1 minuto no máximo. Os compradores devem se inscrever no leilão fornecendo seus dados e número do cartão bancário. O pagamento é efetuado após 10 dias. Outra diferença interessante é que o lote de gado é pesado após a aquisição e o comprador só paga pelo peso de saída do lote.

Os leilões são semanais e geralmente acontecem às sextas-feiras e são feitos no curral, onde se encontra o lote que será vendido. Somente em leilões maiores para eventos especiais, como a Beef Austrália, e leilões de touros para reprodução é utilizado o tatersal principal.

A qualidade genética e a uniformidade dos animais são inquestionáveis. O leilão é prático e profissional, o que nos impressionou muito”.

* Valter Bende é coordenador da equipe de Aprendizagem Rural do Senar-MT e participa da Missão Técnica Austrália e Nova Zelândia.

Image
Olha animação do pessoal no leilão

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s