Confinamento recebe grupo da Missão Técnica Famato e Senar

No dia 17 de setembro, o grupo da Missão Técnica Famato e Senar-MT visitou o confinamento Heine Farms Feedyard, em Nebraska. O confinamento, dos irmãos Ron e Steve, tem capacidade para 15 mil cabeças. Os animais são confinados com um peso inicial de 300 quilos e engordados até um peso final de aproximadamente 630 quilos. Confira mais informações abaixo:

A capacidade estática do confinamento é de 13.000 animais, fazendo em média 2,5 giros no confinamento. A propriedade tem aproximadamente 180 hectares.
Um dos proprietários explica que os animais entram no confinamento em média com 350 Kg (700 Lb) e saem com 700 Kg (1.500 Lb), ficando no cocho em média por 150 dias. Os animais são comprados por R$ 6,46 o kg e são vendidos por R$ 5,77 o kg – o que equivale a aproximadamente US$ 64,00 por @. O preço das fêmeas é um pouco masi barato: R$ 17,00 a menos a cada 45 Kg de peso vivo. O preço de venda de machos e fêmeas é igual.
O ganho de peso médio dos animais é: Macho = 1,570 a 1,800 Kg por dia e nas Fêmeas = 1,450 Kg por dia. Segundo o proprietário, com o preço atual do milho, o custo da comida empata com o valor que o boi ganha por dia.
O Aberdeen Angus é a raça predominante no confinamento, mas tem também o Red Angus, Hereford, Charoles e cruzamentos como Hereford X Angus.

A estrutura física do confinamento possui ondulações no chão em forma de “W” para possibilitar aos animais um posicionamento mais favorável em dias de vento. A área por animas é de 157 m2. Possui 25 cm de cocho por animal e cada piquete tem 90 m de largura e 180 de profundidade. Cada piquete comporta 200 animais.
A estrutura física do confinamento também ajuda no escoamento das águas da chuva, que escorrem para uma canaleta no fundo do confinamento e desemboca num lagoa de decantação. A água da lagoa é usada na irrigação e o esterco é aproveitado para adubar a agricultura.
A ração tem uma composição de 55% de MS (no dia da visita), 12% a 15% de PB e o DDG entra com 30% a 40% da composição dessa ração (milho de lata umidade + milho grão + DDG) + silagem de milho + Feno (3 a 4 %). Os caminhões possuem balança da carroceria e na cabine, o que permite ao operador do caminhão ser o mesmo que opera a carregadeira. O animais recebem 2 tratos por dia e os cocho são monitorados (sobra ou falta). Nos primeiros 28 dias, a ração muda de composição 5 vezes (inicia com menos milho e vai aumentando) e a partir do 29º a ração é a mesma para todos os animais. O custo da ração está em R$ 2,77 por animal/dia e o custo da tonelada está entre R$ 315,00 a R$ 357,00.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s