Os americanos são bons para investir no turismo

Além de conhecer a produção de soja, milho e gado nos Estados Unidos, a comitiva da Missão Técnica do Sistema Famato teve a oportunidade de visitar, no domingo (16.09), alguns pontos turísticos de Dakota do Sul. O turismo é uma das principais fontes de renda deste estado.

O primeiro local visitado foi o Parque Estadual Custer, que abriga o maior rebanho de Búfalos do mundo. O parque, que tem o objetivo de preservar a espécie destes animais, possui 800 mil hectares de área.

Segundo o guia da nossa viagem, Ricardo Arioli, os búfalos não são tão nervosos quanto a raça Nelore. “São mais calmos, mas são mais fortes também”, descreveu.

O único búfalo que tivemos a sorte de encontrar no parque.

Os índios Dakota, Sioux e Lakota caçavam e se alimentavam da carne destes animais, que eram denominados tatanka pelos índios.

Eles também utilizavam as peles como abrigo e vestuário. Os índios costumavam cercar os rebanhos em currais especialmente construídos em vales, onde ocorria a matança. Um destes locais ficava na cidade de Bufalo, no estado de Dakota do Sul.

No trajeto, avistamos diversos buracos na pastagem. Os responsáveis pela buraqueira são os Prairie Dogs, animais que andam muito rápidos e parecem esquilos, porém um pouco maiores. Além de prejudicarem a pastagem, os buracos se tornam armadilhas para os búfalos que acabam quebrando as patas.

O búfalo indo embora…

Infelizmente conseguimos ver apenas um búfalo no caminho. Mas, por falta de búfalos, encontramos diversos burros. Eles são extremamente dóceis e parecem que adoram fazer pose para a foto!

Este veio até o ônibus, antes mesmo de abrirmos a porta.
Ninguém resiste em passar a mão nos burrinhos.
Este ficou comportado para sair na foto.
Os burros não podem ver um carro que já se aproximam.

O segundo ponto visitado foi o Monte Rushmore, que é considerado uma das 7 maravilhas modernas do mundo. São esculturas de 20 metros de altura de quatro presidentes dos Estados Unidos esculpidas no granito das rochas. Os rostos são dos presidentes George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln. A obra é do artista Gutzon Borglum e representa os primeiros 150 anos da história dos Estados Unidos. De acordo com o guia Larry Rupiper, a obra simboliza a liberdade e a esperança.

Lá do alto os quatro presidentes dos EUA: George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln.
Equipe da Famato, Senar-MT, Sindicatos Rurais e produtores.
Monte Rushmore é considerado uma das 7 maravilhas modernas do mundo.
As mulheres da Missão Técnica!

Por último passamos no Parque Nacional Badlands, cuja tradução é “Terras Ruins”. O parque é localizado na região Black Hills (Montanhas Negras) de Dakota do Sul. São 25 mil quilômetros quadrados de parque. O cenário é maravilhoso! Os americanos aproveitaram as terras, totalmente impróprias para produção agropecuária, para transformá-las em mais um ponto turístico da região. O ingresso para entrar no parque custa US$ 7,00 por pessoa.

Badlands
São 25 mil quilômetros quadrados de parque.
Tivemos que segurar firme nas bandeiras por causa do vento forte.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s