Viajar pelos Estados Unidos – Uma rica experiência que recomendamos aos que tiverem oportunidade

Confira artigo do gerente sindical do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Antônio de La Bandeira, em que ele conta sobre a experiência de participar da Missão Técnica da Famato e do Senar-MT pelos Estados Unidos.

Antônio de la Bandeira na Husker Harvest Days.

Durante os dias 11 e 23 de setembro inclusive o tempo da viagem (23 horas de vôo incluindo deslocamentos internos nos Estados Unidos), participamos com mais 21 pessoas de importante missão técnica aos Estados Unidos da América. Trata-se de oportunidade oferecida anualmente a integrantes de Sindicatos Rurais de Mato Grosso pelo Sistema Famato/Senar, conduzidas por Ricardo Arioli, nosso amigo e produtor rural em C. Novo do Parecis.

Fizeram parte da comitiva presidentes, diretores e funcionários de Sindicatos Rurais de praticamente todas as regiões de Mato Grosso e diretores e colaboradores da Famato e Senar. O foco principal da missão foi a pecuária, porém, a diversidade de empreendimentos visitados proporcionou uma rica experiência a todos os participantes. Usinas de etanol a base de milho, confinamentos, fazendas que praticam somente agricultura ou a pecuária e/ou os dois segmentos integrados, praça de leilões de gado, rodeio, universidade, cooperativas e feira agropecuária fizeram parte do nosso roteiro.

Visitamos também o Senado americano, a FSA – Serviço de Previsão de Safras do USDA e a Federal Farm Bureau, que se equivale à nossa Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária, todos na capital do país Washington. E obviamente também passamos por diversas atrações turísticas que estavam no roteiro percorrido entre uma visita técnica e outra, pois foram mais de 2.000 km viajando de ônibus pelo interior dos estados de Nebraska, Iowa e Dakota do Sul.

Entre os diversos pontos visitados, o Monte Rushmore, uma das sete maravilhas do mundo moderno onde foram esculpidas na montanha de granito, em tamanho gigante, esculturas de quatro presidentes americanos, o Parque Estadual Custer que abriga o maior rebanho de búfalo do mundo e as Bad Lands (Terras Ruins), que abrigam a maior ocorrência mundial de fósseis da época do período Oligoceno (28 a 37 milhões de anos).

Destacamos, entre o rico e diversificado roteiro, a Husker Harvest Days (Dias de Colheita de Milho) em sua 35ª edição, na cidade de Grand Island – Nebraska. Considerada a maior feira agropecuária irrigada do mundo, o evento contempla a agricultura e pecuária com os mais diversos campos de demonstração, altíssima tecnologia para os mais variados segmentos, desde genética para animais, exposição de moderníssimas, enormes pequenas e micro máquinas, veículos e equipamentos, seminários e palestras e inúmeras outras atrações.

Numa área de 32 hectares e com cerca de 500 expositores de 28 estados americanos, destacam-se equipamentos para irrigação. Não por acaso, pois apenas no estado do Nebraska, dos 19,9 milhões de ha que formam o Estado, 47% são agricultáveis e 56% do cultivo destas áreas são irrigados. São 52.000 pivôs centrais espalhados pelas propriedades, buscando água do subsolo via poços artesianos, processo indispensável ante a baixa precipitação pluviométrica da região.

Teríamos muito mais para descrever sobre a incrível experiência. Porém, aos que porventura desejarem mais informações, sugerimos acesso a www.blogdafamato.wordpress.com, onde poderão ter detalhes cuidadosamente descritos pela competente jornalista Camila Tardin, que acompanhou a Missão. Inclusive fotografias de todas as atrações do bem elaborado roteiro. Nós especificamente, como gerente sindical e coordenador dos eventos do Sindicato Rural em especial a Parecis SuperAgro, somos gratos à diretoria do nosso Sindicato Rural e pessoal da Famato/Senar pela oportunidade. Aprendemos muito e vamos procurar colocar em prática parte do conhecimento adquirido.

Tudo foi gratificante, porém, ter convivido com pessoas as quais algumas não conhecíamos e termos nos tornado grandes amigos, vem complementar de modo singular a extraordinária experiência. Finalizamos lembrando ainda que temos muito a aprender com os Americanos. Os EUA e seu povo dão exemplos de civilidade, patriotismo, organização, seriedade, empreendedorismo e educação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s