CONEXÃO ARGENTINA – Famato e Imea visitam lavouras de soja na Argentina

Na próxima semana, entre os dias 21 e 26 de janeiro, a Famato e o Imea realizam mais uma missão internacional, desta vez para a Argentina. Denominada Sistema na Estrada: Conexão Argentina, o objetivo da viagem é conhecer de perto a safra de soja do país, que pode influenciar os rumos do mercado internacional do grão. Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês), a estimativa é de que a produção do país vizinho chegue a 54 milhões de toneladas, 35% a mais do que os 40 milhões do ciclo passado, quando houve quebra de safra devido à forte estiagem.

Participam da missão o gestor do Núcleo Técnico da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Eduardo Godoi, e o gestor do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Daniel Latorraca. A equipe visitará quatro das principais províncias produtoras de soja da Argentina: Buenos Aires, Córdoba, Santa Fé e Entre Rios, que representam mais de 80% da produção argentina.

CONEXAO ARGENTINA
Rota da expedição: Serão mais de 2.500 km rodados em quatro províncias da Argentina: Buenos Aires, Córdoba, Santa Fé e Entre Rios.

O gestor do Núcleo Técnico da Famato, Eduardo Godoi, explica que ter uma ideia antecipada do real tamanho da safra argentina pode ajudar o produtor mato-grossense a tomar a melhor decisão no momento de comercializar o restante da safra. “O principal objetivo desta viagem é prestar um serviço para os produtores mato-grossenses em um período decisivo, em que devem optar por vender o saldo da soja neste momento ou futuramente. Um dos ingredientes que podem influenciar os preços na bolsa de Chicago é a evolução da safra argentina. Vamos percorrer de carro as áreas produtivas do país, para verificar a situação das lavouras e o clima, conversar com produtores e técnicos sobre as projeções para este ano e trazer para o produtor mato-grossense novidades que o ajudem a tomar a melhor decisão”, comenta Godoi.

Neste ciclo, a Argentina semeará a maior área de soja de sua história, cerca de 19 milhões de hectares, de acordo com dados da Food and Agriculture Organization (FAO). Segundo Godoi, as condições climáticas no país vizinho no mês de janeiro serão decisivas para a consolidação da safra sul-americana do grão. “A Argentina vem de uma quebra de safra no ciclo 2011/2012, a quarta em 10 anos. Dependendo do clima, com uma área semeada bastante extensa, o país poderá ter uma grande produção ou novamente uma quebra de safra. Até o fim de 2012 tudo caminhava bem, porém neste início de ano há informações de que o clima está seco e isso já fez com que o mercado se movimentasse”, destaca o gestor do Núcleo Técnico da Famato.

S104_Grafico2_Conex_Arg

De acordo com o gestor do Imea, Daniel Latorraca, com a quebra da safra de soja dos Estados Unidos, as atenções se voltaram para a produção sul-americana. Na safra 2012/2013 o Brasil deve responder por 31% da produção mundial e a Argentina deverá ser responsável por 20% da soja produzida no mundo. “Por isso nós acreditamos que o tamanho da safra da América do Sul será definido principalmente pela safra argentina, já que no Brasil tudo caminha bem e o ciclo já está praticamente definido, devendo fechar com 82 milhões de toneladas, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)”, analisa Latorraca.

S104_Gráfico1_Conex_Arg

S104_Tabela1_Conex_Arg

Acompanhe a Conexão Argentina pelo Blog, pelo site http://www.sistemafamato.org.br e pelas redes sociais. Facebook: https://www.facebook.com/sistemafamato e twitter: @sistemafamato.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s