Pecuária de Mato Grosso é destaque no Cattlemen’s Day nos Estados Unidos

Pela primeira vez, a pecuária de Mato Grosso foi apresentada para produtores, estudantes, professores e pesquisadores americanos na Universidade Estadual do Kansas, nos Estados Unidos, durante o evento Cattlemen’s Day que acontece há 103 anos na instituição de ensino.

A apresentação aconteceu na sexta-feira (04/03) e fez parte da programação da Missão Técnica da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) aos Estados Unidos com a participação de 26 pessoas entre produtores rurais e colaboradores das entidades.

O Cattlemen’s Day era o momento mais aguardado dos participantes da missão que começou dia 27 de fevereiro e encerou nesta segunda-feira (7 de março) com o retorno do grupo ao Brasil.

Gestor do Núcleo Técnico da Famato, Guto Zanata, fala sobre a pecuária de Mato Grosso
Gestor do Núcleo Técnico da Famato, Guto Zanata, fala sobre a pecuária de Mato Grosso

O gestor do Núcleo Técnico da Famato Guto Zanata fez uma palestra sobre a ocupação da pecuária de corte em Mato Grosso destacando os diferentes aspectos do processo histórico, econômico e a manutenção da atividade no estado.

Zanata explicou as diversas tecnologias usadas na pecuária de corte mato-grossense, classificando o estado em diferentes regiões e características. Como exemplo, foram destacadas as fazendas Boqueirão, localizada em Santo Antônio de Leverger, e a Vale Verde, do município de Nova Bandeirantes.

As duas propriedades participaram do Prêmio Sistema Famato em Campo promovido pela Famato, Senar-MT, Sindicatos Rurais e Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) no final do ano passado para identificar práticas e manejos diferenciados da pecuária de corte mato-grossense. Das 13 fazendas classificadas, sete foram selecionadas e reconhecidas como referência em pecuária de corte em Mato Grosso, sendo duas delas escolhidas para serem apresentadas no Cattlemen’s Day.

“São duas propriedades modelos que representam muito bem nosso estado no que diz respeito à produção de carne”, destacou o diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogério Romanini.

Paulo Carvalho, proprietário da Vale Verde, disse que ter sua fazenda reconhecida como referência em produção é motivo de orgulho e uma grande oportunidade de compartilhar informações e agregar valores para outros produtores.

Para Zacarias Schneider, da fazenda Boqueirão, a apresentação conseguiu mostrar aos alunos, mestres e pecuaristas americanos que Mato Grosso tem produção de bovinos a pasto intensificada, de qualidade, com sustentabilidade e rentabilidade. “Conseguimos mostrar que temos potencial para exportar carne para o mundo”, afirmou Schneider.

O professor da Universidade Estadual do Kansas Luiz Delamanha, que também acompanhou o grupo em algumas propriedades rurais durante a missão, avaliou a participação dos produtores de Mato Grosso no Cattleman’s Day como uma experiência enriquecedora para ambas as partes e uma troca de conhecimento valiosa.

Os produtores do Kansas ficaram muito interessados nos relatos e exemplos de produção de Mato Grosso e fizeram diversas perguntas aos vencedores do Prêmio Sistema Famato em Campo. Entre os assuntos mais questionados estavam a sucessão familiar, um problema comum dos produtores americanos, e a produção.

Equipe da Missão Técnica na Universidade Estadual do Kansas
Equipe da Missão Técnica na Universidade Estadual do Kansas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s