Juara recebe Alysson Paolinelli

Confira mais fotos da passagem do ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli por Juara.

Image
A sede do Sindicato Rural de Juara foi ampliada para melhor atender aos produtores rurais do município. Parabéns aos diretores e associados! Ficou muito bonita!
Image
A imprensa de Juara espera o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, para entrevista.
Image
Alysson Paolinelli em entrevista aos jornalistas de Juara.
Image
Sempre prestativa, Sirlei de Oliveira, gerente sindical do Sindicato Rural de Juara, recebe a equipe da Famato e do Senar-MT.
Image
E ela não podia deixar de registrar a presença do ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli.
Image
Alysson Paolinelli e a supervisora da Equipe de Aprendizagem Rural do Senar-MT e gestora do Programa Sindicato Forte no Senar-MT, Juliana Mardegan Ferreira, visitam o parque de exposições de Juara.
Image
Alysson Paolinelli com o produtor Valter Rozolin e o presidente do Sindicato Rural de Juara, Orivaldo Nunes Bezerra.
Image
Membros do Sindicato Rural de Juara juntamente com o presidente da Famato e Senar, Rui Prado, e o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, no Ciclo de Palestras da Famato e Senar-MT.
Image
Fila para entrar no Tatersal da Acrivale, onde ocorre o Ciclo de Palestras da Famato e Senar-MT no município de Juara.
Image
Alunos de Pedagogia e Administração da Unemat de Juara participam do evento.
Image
Presidente do Sindicato Rural de Juara, Orivaldo Nunes Bezerra, e o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinellli.
Image
Sirlei de Oliveira, gerente sindical do Sindicato Rural de Juara, e o presidente da Associação dos Criadores do Vale do Arinos (Acrivale), Esly Sebastião Piovezan.
Image
Casa cheia para ouvir o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli.
Image
E olha quem prestigiou o evento: uma coruja!
Image
“O Brasil é hoje a grande esperança do mundo. Tem terra, bons agricultores, solo, água e competência para produzir com tecnologia”, disse Paolinelli.
Image
“Nessas viagens que tenho feito, estou acordando de um sonho que tive na década de 1970 com uma realidade que vocês (produtores) fizeram nestes anos todos. Não vamos parar por aí. Os erros graves ainda permanecem. Não vamos ser coniventes com esses erros. O Brasil será do tamanho que nós quisermos”, ressaltou Paolinelli durante a palestra.
Image
Muitos jovens estudantes aproveitaram para aprender mais sobre a agropecuária brasileira.
Image
Alysson Paolinelli despedindo-se de Juara.

 

Anúncios

Desafios do Agronegócio são debatidos em Juara

Conhecida como a capital da pecuária mato-grossense, com aproximadamente 1 milhão de cabeças de boi, o município de Juara recebeu na última sexta-feira (10.08) a visita do ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli. Ele falou para um público de pecuaristas, estudantes, professores, empresários e autoridades públicas sobre “Os desafios do Agronegócio”. O evento faz parte do Ciclo de Palestras da Famato e Senar-MT que já passou pelos municípios de Juína, Aripuanã, Alta Floresta e São José do Xingu.

“Estou emocionado de ver a evolução da pecuária nesta região. E isso só foi possível graças a força, empenho, competência e trabalho do produtor”, disse Paolinelli. Segundo ele, para manter esse desenvolvimento, um dos maiores desafios é fortalecer a união dos produtores. Além disso, ele destacou a importância da qualificação profissional e dos investimentos em pesquisa.

Image
Plateia atenta à fala do ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli.

O evento teve a participação de vários estudantes dos cursos de Administração e Pedagogia da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), do campus Juara. Na oportunidade, Paolinelli alertou aos jovens sobre a importância da pesquisa para o desenvolvimento da agropecuária na região. “Os estudantes precisam compreender que é por meio deles que o Brasil se tornará o grande país dos nossos sonhos”, enfatizou.

Para o professor da escola municipal Pirovani, Renato Lopes Rodrigues, eventos como este são bons para reciclar conhecimento. “Acho importante ele alertar aos jovens sobre o papel deles para o futuro do país. É necessário formar mais gente na agricultura e pecuária e as universidades têm importante papel nesse processo”.

O presidente do Sindicato Rural de Juara, Orivaldo Nunes Bezerra, reforçou que a palestra foi uma oportunidade de reunir os produtores e alertar sobre os desafios do setor. “É uma reunião positiva, pois, além do conhecimento que o ex-ministro tem, ele nos dá oportunidade de refletir sobre o que fazemos no dia a dia e na importância de estarmos mais unidos para enfrentar os desafios da região”.

Image
Orivaldo Nunes Bezerra, presidente do Sindicato Rural de Juara, agradece a participação dos produtores, jovens, estudantes e interessados em saber sobre “Os novos desafios do agronegócio”.

Qualificação – O presidente do Sistema Famato, Rui Prado, informou sobre o Programa Governança e Sucessão Familiar, idealizado pela Famato e que será realizado pelo Senar-MT. O objetivo é transformar herdeiros em sócios, ou seja, capacitar proprietários rurais e seus herdeiros para que eles se tornem sócios da propriedade rural. “Queremos desenvolver a gestão dos herdeiros, sócios e gestores para lidar com os desafios da longevidade das empresas de controle familiar”, explicou Prado.

O projeto, que começará dia 24 de agosto no Senar-MT, tem a parceria do Centro de Conhecimento em Agronegócio (Pensa) da Universidade de São Paulo (USP).

Image
Presidente da Famato e Senar-MT, Rui Prado, destaca a importância dos jovens para a agropecuária brasileira. Na oportunidade, ele falou sobre o Programa Sucessão Familiar, em parceira com a USP, que vai estimular a participação dos filhos dos produtores nos negócios da família.

Bovinocultura – Prado também falou sobre a audiência pública que ele participou dia 07.08, em Brasília, que reuniu os elos da cadeia da pecuária para discutir alternativas para solucionar os gargalos do setor. Entre os assuntos foi debatida a criação do Conselho de Preços do Boi (Consebov) que, segundo ele, tem o objetivo de equilibrar o preço pago aos pecuaristas pela indústria e proporcionar mais confiança na relação entre os produtores rurais e os frigoríficos. “A queda nos preços da carne bovina pagos ao produtor e a crescente concentração da indústria da carne indicam a necessidade de criação de um Conselho, a exemplo do que já acontece com a cana-de-açúcar e o leite. Outras ações também estão sendo discutidas como a criação de uma legislação sobre a classificação e a tipificação de carcaça bovina, a regulamentação do uso de novas tecnologias e a criação de um fundo de marketing da carne bovina”, informou.

Ciclo de Palestra da Famato e Senar é nesta sexta-feira em Juara

O ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, fará palestra nesta sexta-feira (10.08), em Juara, sobre “Os desafios do agronegócio”. O evento será às 19h30, no tatersal da Acrivale. A participação é gratuita.

Esta é a quinta palestra de Paolinelli no interior de Mato Grosso. Em Julho ele passou pelos municípios de Juína, Aripuanã, Alta Floresta e São José do Xingu. Em sua palestra, o ex-ministro destaca a importância da agropecuária para o estado e a contribuição desta atividade econômica para o desenvolvimento do Brasil. Além disso, ele faz um panorama histórico da produção agrícola e pecuária no país apontando os desafios que o setor ainda tem pela frente.

“É uma oportunidade para os produtores, jovens e a sociedade em geral conhecer mais sobre o desenvolvimento da agropecuária brasileira e discutir sobre as medidas que precisamos tomar para resolver os principais desafios do setor. A logística e qualificação profissional rural são os principais”, diz o presidente da Famato e Senar-MT, Rui Prado.

Conhecimento – Alysson Paolinelli é engenheiro agrônomo, produtor rural e ex-ministro da Agricultura da década de 70. Naquele período, Paolinelli supervisionou a criação e implementação da Embrapa no Brasil – fundação de pesquisa responsável por viabilizar a agropecuária do Cerrado e a autonomia brasileira na produção de alimentos. Foi a partir deste trabalho e de outros que o país passou a ser exportador. Por conta disso, Paolinelli é uma autoridade respeitada e admirada pelos produtores rurais de todo o país.

Image

Região nordeste de MT é a nova fronteira agrícola

São José do Xingu é um dos municípios do nordeste de Mato Grosso com forte vocação para a produção agrícola, embora a pecuária ainda predomine como principal atividade econômica. A posição geográfica da região, o relevo e o clima favorecem o cultivo de soja e milho. Segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o município produziu 108,2 mil toneladas de soja na safra 2011/2012. O volume do rebanho bovino é de 412,8 mil cabeças. Os desafios da região foram destacados pelo ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, durante o Ciclo de Palestras da Famato e Senar-MT realizado na noite de quarta-feira (25.07).

Paolinelli visitou pela primeira vez o município e ficou surpreso com as oportunidades que a região oferece para o desenvolvimento da agricultura. “Essa região é muito favorável para os produtores desenvolverem a Integração Lavoura-Pecuária. O regime de chuvas é muito bom e é possível fazer tranquilamente duas safras no ano. Acredito que a pecuária aqui terá que ser intensificada, assim como devem surgir outras atividades econômicas como a bioenergia e a floresta”, opinou o ex-ministro.

Durante a palestra, Paolinelli anunciou que o Brasil terá o próximo grande “corn belt” (cinturão do milho) do mundo. A área abrangerá o Mato Grosso, o leste do Pará, Maranhão, Piauí, noroeste da Bahia, Tocantins e Goiás – estados com forte vocação agrícola.

Image
Alysson Paolinelli palestra em São José do Xingu.

Em um discurso emocionado, a presidente do Sindicato Rural de São José do Xingu, Delúbia Maria Borges Tulha, lembrou de uma matéria que assistiu há alguns anos denominando a região como “vale dos esquecidos”. “Fiquei triste em ouvir isso. Viemos para cá porque acreditamos na potencialidade dessa região. Nunca mais ninguém vai nos chamar de vale dos esquecidos. Somos o vale do desenvolvimento”, disse Delúbia.

O presidente da Famato e do Senar-MT, Rui Prado, informou que a região é estratégica para a economia mato-grossense e reforçou mais uma vez a importância do conhecimento e das estradas pavimentadas para a agricultura crescer ainda mais. “Nós temos que nos desenvolver junto com a região. O progresso chega muito rápido e precisamos agarrar essa oportunidade. As fazendas estão sendo valorizadas, assim como a construção civil, e tudo o que for feito aqui será valorizado”, ressaltou Prado.

Image
Presidente da Famato e do Senar-MT, Alysson Paolinelli.

 

Além de produtores rurais, o evento contou com a participação de comerciantes, estudantes e moradores de outros municípios do entorno, totalizando aproximadamente 170 pessoas. Há 13 anos, o cabeleireiro Esequias Laurindo dos Santos acompanha de perto o desenvolvimento da agropecuária em São José do Xingu. Filho de pequeno produtor rural, Santos disse que também depende do crescimento do agronegócio para aumentar a geração de emprego e renda do seu salão de beleza. “Nosso maior desafio são as estradas. Precisamos da pavimentação para continuar crescendo na região”.

“A palestra foi muito rica e ajudou a ampliarmos nossa mente. São informações que nos ajudam a ter coragem para exigir nossos direitos”, opinou a produtora de Santa Cruz do Xingu, Negma Inacio Morandin.

O Ciclo de Palestras da Famato e Senar-MT já passou pelos municípios de Juína, Aripuanã, Alta Floresta e São José do Xingu. Os próximos serão em Juara, dia 10 de agosto, e Tangará da Serra, cuja data ainda será definida.

Ciclo de Palestras com Alysson Paolinelli – São José do Xingu

Na quarta-feira (25.07) São José do Xingu recebeu o Ciclo de Palestras com o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli. O evento foi promovido pela Famato e Senar-MT.

Image
Equipe da Famato e Senar-MT apreciam junto com o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, e a presidente do Sindicato Rural de São José do Xingu, Delúbia Maria Borges Tulha, o rio Xingu.
Image
Representantes da Famato, Senar-MT e do IFMT de Confresa reunidos em frente a sede do Sindicato Rural de São José do Xingu.
Image
Mais um dia de palestra com o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli.
Image
Material informativo sobre os cursos do Senar-MT.
Image
Criançada lendo o material informativo dos cursos do Senar-MT.
Image
Daniela Niccioli Figueiredo, supervisora da equipe de Aprendizagem Rural do Senar-MT, conversando com o instrutor de São José do Xingu.
Image
Antes da palestra, moradores de São José do Xingu se reúnem para um bate-papo.
Image
Alunos do Instituto Federal de Mato Grosso, do campus de Confresa foram até São José do Xingu para ouvir do ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, os desafios do agronegócio.
Image
Alysson Paolinelli cumprimentando produtores da região.
Image
Empossada em junho deste ano na presidência do Sindicato Rural de São José do Xingu, Delúbia Maria Borges Tulha, recepciona as moradoras de São José do Xingu.
Image

Em discurso emocionado, a presidente do Sindicato Rural de São José do Xingu, Delubia Maria Borges Tulha, disse que a região, antes chamada pela mídia nacional como “vale dos esquecidos”, é hoje um pólo de desenvolvimento agropecuário.
Image
Feira Coberta de São José do Xingu.
Image
Presidente da Famato, Rui Prado, fala da importância do conhecimento para desenvolver ainda mais a região norte de Mato Grosso.
Image
Publico atento às palavras de Rui Prado.
Image
Segundo Rui Prado os dois principais desafios de Mato Grosso são as estradas que ainda precisam ser pavimentadas e a qualificação profissional rural.
Image
Alysson Paolinelli ficou admirado com a oportunidade de desenvolvimento econômico das regiões norte e nordeste de MT.
Image
Alysson Paolinelli informou que Mato Grosso fará parte do próximo grande “corn belt” (cinturão do milho) do mundo. Além de Mato Grosso, a área abrangerá o leste do Pará, Maranhão, Piauí, noroeste da Bahia, Tocantins e Goiás. Boa notícia para nós!
Image
Diretor do IFMT de Confresa fala da importância da pesquisa e dos estudos para o desenvolvimento da agropecuária na região.
Image
Reunião de produtores e autoridades públicas para o estradeiro pelas rodovias estaduais MT-430 e MT-437. O objetivo foi reivindicar a pavimentação dessas rodovias, importantes para o escoamento da produção de São José do Xingu, São Félix do Xingu, Confresa, Santa Cruz do Xingu e Vila Rica.
Image
Rui Prado em entrevista para a TV Agência da Notícia, de Confresa-MT.
Image
Antes da comitiva partir para o estradeiro pela MT-430 e MT-437, o presidente da Famato, Rui Prado, destacou a importância da pavimentação dessas rodovias tanto para o escoamento da produção como para a preservação da vida das pessoas que viajam nestas estradas.

São José do Xingu recebe Alysson Paolinelli

Paolinelli já está em São José do Xingu, onde apresenta palestra logo mais, às 19h30, na Feira Coberta.

Image
Vista aérea do município de Alta Floresta. Equipe da Famato e do Senar-MT saíram de lá a caminho de São José do Xingu, o próximo município a receber o ex-ministro da Agricultura Alysson Paolinelli. A palestra será nesta quarta-feira (25.07), na feira coberta de São José do Xingu. A participação é gratuita.

Image

Image

Paolinelli é recebido pelo suplente da Famato e ex-presidente do Sindicato Rural de São José do Xingu, Fernando Nascimento Tulha Filho, e sua esposa, atual presidente do Sindicato, Delubia Maria Borges Tulha.
Image
Rui Prado é recebido pelo ex-presidente do Sindicato Rural de São José do Xingu, Fernando Nascimento Tulha Filho.
Image
Pela primeira vez o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, visita o município de São José do Xingu.
Image

O ex-presidente do Sindicato Rural de São José do Xingu, Fernando Nascimento Tulha Filho, e sua esposa, atual presidente do Sindicato, Delubia Maria Borges Tulha, aproveitam a sombra para conversar com Alysson Paolinelli.

Alysson Paolinelli em Alta Floresta

Confira algumas fotos da passagem do ex-ministro da Agricultua, Alysson Paolinelli, por Alta Floresta.

Image
Antes da palestra, o presidente do Sistema Famato, Rui Prado, faz um bate papo com produtores de Alta Floresta, Carlinda e Paranaíta.
Image
Alysson Paolinelli cumprimenta os moradores de Alta Floresta.
Image
Paolinelli conversa com a prefeita de Alta Floresta, Maria Izaura.
Image
Presidente do Sindicato Rural de Paranaíta, Ivan Moreno de Jesus, com o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli.
Image
O presidente do Sindicato Rural de Nova Canaã do Norte, Mário Wolf Filho, conversa com Paolinelli.
Image
Antes de começar a palestra, uma pausa para os participantes cantarem o hino nacional.
Image
Auditório lotado para assistir ao ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli.
Image
Segundo Rui Prado, o desafio do Senar-MT é capacitar 1 milhão de pessoas até 2020.
Image
“Quando transportamos nossas mercadorias para os grandes centros consumidores perdemos competitividade porque o caminho é longo e as estradas continuam em situação precária. Contribuir para sanar os problemas de logística no estado faz parte das metas da Famato”, afirmou o presidente do Sistema Famato, Rui Prado.
Image

O presidente do Sistema Famato, Rui Prado, reforçou os dois principais desafios do setor produtivo de Mato Grosso: a logística e a qualificação profissional rural.
Image
Alysson Paolinelli já falou sobre os novos desafios do agronegócio nos municípios de Juína e Aripuanã. Além de Alta Floresta, passará por São José do Xingu, Barra do Bugres e Tangará da Serra.
Image
Participantes atentos ao que o ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, informou sobre os novos desafios do agronegócio.
Image
Paolinelli supervisionou a criação e implementação da Embrapa no Brasil – fundação de pesquisa responsável por viabilizar a agropecuária do Cerrado e a autonomia brasileira na produção de alimentos.
Image
Segundo o ex-ministro, o papel dos sindicatos rurais, associações, federações e empresas é fundamental para reunir os produtores e representantes do agronegócio na defesa dos interesses do setor.
Image
“O Brasil é detentor da melhor tecnologia de agricultura tropical do mundo. Nós produzimos alimentos melhores e mais baratos do que os nossos concorrentes de clima temperado. Além disso, produzimos a mais eficiente bioenergia que o mundo precisa. Isso é reconhecido por todos, mas, infelizmente, ainda não temos uma classe mobilizada e unida para exigir o mínimo que ela precisa”, destacou Alysson Paolinelli.
Image
Rui Prado em entrevista para a imprensa de Alta Floresta.
Image
Alysson Paolinelli responde às perguntas do jornalista da Rádio Progresso, que abrange 15 municípios de Mato Grosso.
Image
Alysson Paolinelli com o presidente do Sindicato Rural de Carlinda, Nelson Yoyti Obuti.