Núcleo Sindical da Famato encerra primeira etapa de visitas aos Sindicatos Rurais

O Núcleo Sindical da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) encerrou nesta semana a 1ª rodada de visitas aos Sindicatos Rurais do Estado. Ao todo, a equipe visitou 83 sindicatos para identificar suas demandas. Foram 59 solicitações de palestras, sendo as mais solicitadas: Código Florestal, melhoramento de pastagem, assuntos tributários e trabalhistas. Além disso, houve 14 solicitações de estudos, como viabilidade da agricultura no município, abatedouro municipal e situação Indígena. A partir deste balanço, a Famato traçará as ações para atender as demandas dos sindicatos.  Até o final do ano, os técnicos irão percorrer todos os 87 Sindicatos Rurais de Mato Grosso.

DSC00336

“Nestas visitas tivemos a oportunidade de conversar com os dirigentes e colaboradores dos sindicatos sobre as demandas, sugestões, dúvidas e orientações. Neste ano, nossa meta é percorrer todos os Sindicatos Rurais de Mato Grosso em duas ocasiões, uma até o mês de julho e a outra visita acontecerá no segundo semestre”, destaca a analista sindical Diana Maia.

SR de Cáceres

Diana explica que na segunda rodada, que ocorrerá a partir do mês de julho, os analistas sindicais “irão identificar novas demandas dos Sindicatos Rurais, aplicar o questionário do Índice de Desenvolvimento Sindical (IDS), orientar sobre as obrigações legais dos sindicatos e verificar se o sindicato regularizou as pendência administrativas verificadas na primeira visita”.

Núcleo Sindical – Trabalhando para fortalecer as ações do Sistema Sindical Rural de Mato Grosso e melhorar ainda mais a comunicação entre a Famato, os Sindicatos Rurais e os produtores, a Famato fez uma atualização em seu organograma no início deste ano e reestruturou o Núcleo Sindical, voltado exclusivamente para tratar dos assuntos do sistema sindical.

DSC00400

De acordo com o presidente da entidade, Rui Prado, por meio deste núcleo é possível acompanhar mais de perto as demandas dos Sindicatos Rurais e atuar mais agilmente para garantir melhor representatividade destes junto aos produtores rurais. “Mato Grosso ocupa o primeiro lugar na produção de soja, milho 2ª safra, algodão, girassol e criação de bovinos no país. Para continuarmos liderando o ranking nacional, também precisamos do apoio dos líderes sindicais”, destaca Prado.

“Entre as atividades executadas pelo Núcleo Sindical da Famato estão: visitas sistemáticas, assessorar os sindicatos no processo eleitoral, capacitar colaboradores e dirigentes, identificar novas demandas de serviços, fortalecer os canais de comunicação e disseminar cada vez mais as informações estratégicas do setor”, explica o gestor dos Núcleos Técnico e Sindical da Famato, Eduardo Godoi.

A Famato é a entidade que representa os 87 sindicatos rurais existentes em Mato Grosso. Junto com o Imea e o Senar-MT, forma o Sistema Famato. Acompanhe-nos nas redes sociais, pela Fan Page no Facebook (https://www.facebook.com/sistemafamato) e pelo perfil no Twitter (@sistemafamato).

Anúncios

Realização de palestras está entre as principais demandas dos Sindicatos Rurais

Na última semana, a analista do Núcleo Sindical da Famato, Diana Maia, visitou os Sindicatos Rurais de Cáceres, Mirassol D’Oeste, Vale do Rio Branco, São José dos Quatro Marcos, Vila Bela da Santíssima Trindade e Pontes e Lacerda. Durante os encontros, a analista leva orientações aos dirigentes e colaboradores e identifica as demandas sindicais. Nestes seis sindicatos visitados, entre as principais demandas está a realização de palestras sobre diversos assuntos como pecuária leiteira e Código Florestal.

SR de Cáceres
Entre as demandas solicitadas pelo Sindicato Rural de Cáceres as principais são: Palestra do Código Florestal, Estudo sobre a Situação Indígena do Município, Estudo sobre a regularização fundiária da faixa de fronteira.

 

SR de Mirassol D, Oeste
Identificar as demandas dos sócios será um dos trabalhos que o Sindicato Rural de Mirassol D’Oeste irá fazer antes de solicitar as palestras.

 

SR de Rio Branco.
O Sindicato Rural do Vale do Rio Brancoo solicitou palestra sobre a viabilidade da avicultura de corte na região e sobre o Código Florestal.

 

SR de São José Quatro Marcos.
O Sindicato Rural de São José dos Quatro Marcos solicitou estudo de viabilidade das exposições agropecuárias, devido a responsabilidade social que os Sindicatos Rurais possui em realizar a festa.

 

SR de Vila Bela
O Sindicato Rural de Vila Bela da Snatíssima Trindade pediu auxílio da Famato na realização de palestras e estudos.

 

SR de Pontes e Lacerda
Devido a situação da questão indígena em Mato Grosso, o Sindicato Rural de Ponets e Lacerda solicita um estudo da área indígena na região e uma palestra para tratar sobre o VTN – Valor da Terra Nua.

 

Sindicatos da região médio-norte apresentam demandas

O analista do Núcleo Sindical da Famato, Ted Andery, visitou no mês de abril, oito Sindicatos Rurais da região-médio norte de Mato Grosso, sendo eles: Claudia, Sinop, Sorriso, Nova Ubiratã, Lucas do Rio Verde, Tapurah, São José do Rio Claro e Nova Mutum. Na oportunidade, os sindicatos apresentaram suas demandas a Famato.

DSC00034
Uma das demandas dos Sindicato Rural de Claudia é orientação quanto à importância de se trabalhar desde já a sucessão da diretoria no sindicato.
DSC00037
Em Sinop, o analista Ted Andrey deu orientações referentes à prestação de contas e previsão orçamentária.
DSC00042
Ted Andrey com o presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Láercio Lenz.
DSC00044
O Sindicato Rural de Nova Ubiratã solicitou à Famato que sejam realizadas mais regionais mensais com os sindicatos.
DSC00065
Em Lucas do Rio verde, o Sindicato Rural solicitou auxílio para realizar uma auditoria fiscal e documental.
DSC00097
Orientações referentes à prestação de contas e previsão orçamentária foram passadas e enfatizadas no Sindicato Rural de Tapurah.
DSC00128
O Sindicato Rural de São José do Rio Claro solicitou à Famato intermediação junto ao governo estadual na recuperação das pontes que dão acesso ao município; sendo a ponte sobre o Rio Alegre, MT-160 (São José do Rio Claro – Tapurah), e a ponte sobre o Rio Arinos, (São José do Rio Claro – Nova Mutum).
DSC00102
Ponte sobre o Rio Alegre, MT-160 (São José do Rio Claro – Tapurah).
DSC00135
Ponte sobre o Rio Arinos, (São José do Rio Claro – Nova Mutum).
DSC00163
Em Nova Mutum um pedido do Sindicato Rural é mais cursos da Famato voltados para os novos colaboradores do sindicato.

Famato apresenta na CNA resultados do programa Sindicato Forte

Foi realizado nesta semana, na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília-DF, o 1º Encontro de Gestores do Programa Sindicato Forte. A analista do Núcleo Sindical da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Diana Maia, apresentou os resultados de Mato Grosso no programa desenvolvido ao longo de 2012 pela entidade durante o Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS).

SONY DSC
Diana Maia apresenta os resultados de Mato Grosso do programa Sindicato Forte.

Em Mato Grosso, o Sindicato Forte compôs o PDS, maior projeto desenvolvido pela Famato, voltado exclusivamente para os Sindicatos Rurais. Segundo Diana Maia, ao todo 80 sindicatos do Estado participaram do programa, obtendo assim um resultado bastante expressivo. A analista explica que os principais assuntos que o programa abordou nos Sindicatos Rurais foram: ampliar a atuação dos sindicatos, melhorar a visibilidade, aumentar a prestação de serviços e o número de associados, realizar palestras técnicas, entre outros. “Conseguimos atingir quase 100% dos Sindicatos Rurais de Mato Grosso, o que é muito positivo”, comenta Diana.

20130508_115316
Representantes de todos os Estados participaram.

“No intuito de dar continuidade aos trabalhos que foram desenvolvidos nos Sindicatos Rurais durante o PDS, a Famato reformulou o Núcleo Sindical, que está realizando visitas aos sindicatos para identificar demandas, assessorar no processo eleitoral e auxiliar na regularidade dos sindicatos, além de promover capacitações para ampliar a prestação de serviços e qualificar os colaboradores dos sindicatos”, destaca Diana.

SONY DSC
Todos reunidos.

Para 2013 – O coordenador do Programa Sindicato Forte, Celso Botelho, apresentou as novas propostas do programa para este ano, entre elas a capacitação da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), Cadastro Nacional de Segurado Especial Rural (CNIS), Gestão de Qualidade Sindical (GQS) e Gestão Financeira e de Eventos (GEFINE).

Código Florestal e pecuária leiteira são interesses dos sindicatos

O interesse dos Sindicatos Rurais pela realização de palestras sobre o Código Florestal e pecuária leiteira é bastante visível durante as visitas do Núcleo Sindical da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato).

SR de Gaúcha do Norte (2)
O Sindicato Rural de Gaúcha do Norte solicitou a transferência de regional da sul para a região leste.

Na semana passada, a analista sindical Diana Maia esteve em Gaúcha do Norte, Canarana, Água Boa, Cocalinho, Campinápolis, Nova Xavantina e Torixoréu e constatou as principais solicitações.

SR de Canarana
Realização de palestras sobre o Código Florestal e novas tecnologias para a pecuária são demandas do Sindicato Rural de Canarana.

O objetivo dos encontros é levar orientações aos dirigentes e colaboradores e identificar as demandas sindicais. Até agora, a equipe do Núcleo Sindical da Famato já visitou 50 Sindicatos Rurais de Mato Grosso.

SR de Água Boa
Em Água Boa, uma das solicitações do Sindicato Rural foi uma palestra sobre aposentadoria rural.

“Por quase todos os Sindicatos Rurais por onde passamos até o momento, recebemos demandas de realização de palestras, principalmente sobre Código Florestal e pecuária leiteira”, comenta Diana Maia.

SR de Cocalinho
o Sindicato Rural de Cocalinho colocou como demandas o desenvolvimento de um estudo sobre a viabilidade da agricultura no município.

“São dois assuntos que a Famato vem trabalhando desde o ano passado e o interessem em obter mais informações continua. Por isso, após as visitas, fazemos relatórios e levamos para a diretoria estas solicitações para melhorar a prestação de serviços da Famato a estes sindicatos”, acrescenta a analista.

SR Campinápolis
Realização de uma palestra para apresentar a Aproleite aos produtores do município é uma meta do Sindicato Rural de Campinápolis.

Até o final do ano, os técnicos irão percorrer todos os 87 sindicatos. “Nestas visitas temos a oportunidade de conversar com os dirigentes e colaboradores dos sindicatos sobre as demandas, sugestões, dúvidas e orientações.

SR de Nova Xavantina (2)
O Sindicato Rural de Nova Xavantina pede auxílio para realizar um estudo sobre criação de frango e carneiro no município.

“Neste ano, nossa meta é visitar todos os Sindicatos Rurais de Mato Grosso em duas ocasiões, uma até o mês de julho e a outra visita acontecerá no segundo semestre”, destaca Diana Maia.

SR de Torixoréu
Torixoréu também solicitou uma palestra sobre o Código Florestal.

//

Núcleo Sindical visita sindicatos da região oeste de MT

Mais uma rodada de visitas do Núcleo Sindical da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) aos Sindicatos Rurais do Estado foi realizada entre os dias 1º a 5 de abril.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Sindicato Rural de Rondolândia solicitou que a Famato cobre do Governo do Estado a manutenção da MT-313, que liga Rondolândia a Aripuanã e da MT-198, entre Rondolândia e Colniza.

O analista sindical Ted Andrey esteve nos sindicatos da região oeste de Mato Grosso, nos munpios de de Rondolândia, Comodoro, Campos de Júlio, Sapezal, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Tangará da Serra e Barra do Bugres.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Em Comodoro, o Sindicato Rural pretende dar mais auxílio para os produtores rurais de Nova Lacerda, munícipio vizinho.

O objetivo das visitas é levar orientações aos dirigentes e colaboradores e também identificar as demandas dos sindicatos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A principal solicitação do Sindicato Rural de Campos de Júlio é uma assessoria da Famato na elaboração de um projeto sobre a municipalização do ITR.

Conforme explica Andrey, as principais demandas dos sindicatos visitados nesta rodada foram realização de palestra sobre o Funrural e Código Florestal, e  reuniões periódicas entre a Famato e os Sindicatos Rurais. Além disso, solicitaram apoio da Famato na promoção de dias de campo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Realização de palestras sobre Código Florestal e Funrural é uma demanda do Sindicato Rural de Sapezal.

“São solicitações que vamos levar para a diretoria da Famato e que servirão de base para que a entidade possa atender da melhor maneira possível os sindicatos”, comenta o analista sindical Ted Andrey.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Sindicato Rural de Brasnorte solicita apoio da Famato na realização de dias de campo no município.

Próximas visitas – Entre os dias 15 e 19 de abril Ted Andrey visita os sindicatos de Cláudia, Sorriso, Lucas do Rio Verde e São José do Rio Claro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Sidnicato Rural de Campo Novo do Parecis pediu orientações referentes à prestação de contas e previsão orçamentária.

 

Sindicato Rural de Jaciara e sua história

Durante as visitas aos Sindicato Rurais de Mato Grosso, a analista sindical da Famato, Diana Maia, fica conhecendo um pouco sobre a história de fundação de cada sindicato e sua importância para o desenvolvimento da agropecuária em cada município. Em Jaciara, Diana teve a oportunidade de conhecer o senhor Antônio Bastos, fundador do sindicato da cidade.

SR de Jaciara_Sr. Antonio Bastos
Antônio Bastos, fundador do Sindicato Rural de Jaciara.

Bastos foi o fundador do Sindicato Rural de Jaciara, fato  que aconteceu em 5 de maio de 1966. Até então, o sindicato era apenas uma associação rural que reunia os produtores do município. Ele também foi prefeiro de Jaciara e Juiz de Paz.

SR de Jaciara _ Carta Sindical
Carta Sindical do Sindicato Rurald e Jaciara.

A sede do sindicato, onde funciona até hoje, foi construída em 1975 e é chamada de A Casa do Produtor de Jaciara.

SR de Jaciara_frente
Sede do Sindicato Rural de Jaciara.

Por seu trabalho à frente do sindicato e do município de Jaciara, deixamos aqui o nosso agradecimento pela colaboração ao sistema sindicato de Mato Grosso!