Finalizado o PDS em Mato Grosso

Após um ano de muito trabalho, foi finalizado em novembro o Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS). Veja a anáilise doinstrutor do Senar Central, Ademar Fernandes dos Anjos, sobre o programa.

“Com a realização da rodada de planejamento estratégico dos sindicatos da regional de Cuiabá, o Programa Sindicato Forte cumpriu sua missão no estado do Mato Grosso.

Sindicato Rural de Campo Verde
Planejamento estratégico no Sindicato Rural de Campo Verde.

Dos oitenta e seis sindicatos, oitenta participaram da capacitação de dirigentes e colaboradores.

Sindicato Rural de Nova Brasilândia
Planejamento estratégico no Sindicato Rural de Nova Brasilândia.

Consideramos que o trabalho desenvolvido irá produzir, como já vem ocorrendo, resultados excelentes no sistema sindical do estado. As avaliações indicam que o Programa Sindicato Forte está levando conhecimento e motivação às diretorias sindicais e conforme comentários registrados nos instrumentos de avaliação ‘o programa está no caminho certo’”.

Sindicato Rural de Planalto da Serra
Planejamento estratégico no Sindicato Rural de Planalto da Serra.

//

//

Anúncios

PDS Cuiabá: Sindicatos Rurais recebem Município em Números

Um dos produtos do PDS é o Município em Números, um quadro que contém informações socioeconômicas sobre cada município de Mato Grosso. Elaborado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), os dados serão atualizados todos os anos e devem ser expostos em cada Sindicato Rural. Confira algumas fotos da entrega aos representantes do sindicatos da regional de Cuiabá.

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para o representante do Sindicato Rural de Cuiabá.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para o representante do Sindicato Rural de Santo Antônio de Leverger.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para o representante do Sindicato Rural de Nossa Senhroa do Livramento.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para os representantes do Sindicato Rural de Poconé.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para o presidente do Sindicato Rural de Nova Brasilândia, Manoel Domingos Pereira.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para o representante do Sindicato Rural de Chapada dos Guimarães.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para a representante do Sindicato Rural de Planalto da Serra.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para a representante do Sindicato Rural de Campo Verde.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para o presidente do Sindicato Rural de Rosário Oeste, Euclides Maciel da Cruz.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para o presidente do Sindicato Rural deTangará da Serra, Ricardo Daher.

 

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogerio Romanini, entrega o Município em Números para a representante do Sindicato Rural de Tabaporã.

 

Após a capacitação, pausa para uma foto!

 

Todo mundo reunido!

 

Equipe PDS: Consultor do Senar Central, Ademar Fernandes, analista sindical do Núcleo Técnico da Famato, Diana Maia, consultor do Senar Central, Olympio Santos Bezerra e supervisor do Senar MT, Natalino Viana da Costa.

 

//

PDS – Sindicatos Rurais da regional de Cuiabá passam por capacitação

A regional de Cuiabá é a última a receber o Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS). Nesta terça-feira (06.11) e quarta-feira (07.11), dirigentes e colaboradores dos Sindicatos Rurais da região discutem os desafios e oportunidades do sistema sindical mato-grossense e apontam novas formas de melhorar seus trabalhos.

Na abertura do primeiro dia de capacitação do PDS, o diretor de Relações Institucionais da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Rogério Romanini, destacou a importância da atuação dos Sindicatos Rurais na representatividade dos produtores rurais. “Toda a união de classe começa dentro dos sindicatos. Para sermos fortes em nossa representatividade, precisamos planejar e nos capacitar. E é aqui que entra o PDS, para auxiliá-los neste planejamento e na execução de seus trabalhos”, destaca Romanini.

Diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogério Romanini, faz a abertura do PDS na regional de Cuiabá.

O PDS é considerado o maior programa que a Famato e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) desenvolveram diretamente para os Sindicatos Rurais de Mato Grosso. O objetivo do projeto é capacitar dirigentes e colaboradores sindicais para prepará-los para a gestão sindical, agregar conhecimento, quebrar paradigmas e apresentar tendências para os sindicatos. Durante todo o ano, 68 Sindicatos Rurais nas regionais de Colíder, Sorriso, Rondonópolis, Barra do Garças, São José dos Quatro Marcos, Campo Novo do Parecis, Juína e Querência receberam as equipes do PDS.

Gestor do Núcleo Técnico da Famato, Eduardo Godoi, fala sobre o PDS.

Expectativas – O presidente do Sindicato Rural de Tabaporã, Mauro Dirami, acredita que a partir da capacitação e do planejamento poderá atrair mais associados para o sindicato. “Temos muita dificuldade em transmitir as ações do Sistema Famato aos nossos associados pois a grande maioria não participa ativamente do sindicato. Creio que com esta nova visão que o PDS nos passará, poderemos melhorar nossa atuação neste sentido, de envolver mais os sócios nas ações do Sistema”.

Já o futuro presidente do Sindicato Rural de Poconé, Alídio Leite, que toma posse na próxima semana, comenta que o PDS irá contribuir na sua preparação para assumir a presidência do sindicato. “Será um grande auxílio para começar minha gestão mais preparado e poder melhorar ainda mais o trabalho do sindicato”, afirma.

Participantes atentos à capacitação.

O superintendente do Senar-MT, Tiago Mattosinho, lembrou que o conhecimento é muito importante para melhorar o trabalho dos produtores rurais. Ele destacou que somente no ano passado a instituição capacitou 45 mil pessoas em todo o estado.

Superintendente do Senar-MT, Tiago Mattosinho.

A partir do dia 19 de novembro, a equipe do PDS, formada pelo consultor do programa Sindicato Forte, Olympio Santos Bezerra, a analista sindical do Núcleo Técnico da Famato, Diana Maia e o supervisor do Senar-MT da regional de Cuiabá, Natalino Viana da Costa, passará pelos Sindicatos Rurais da região para realizar a etapa do planejamento estratégico.

Programação

Dias 06 e 07.11
Capacitação de dirigentes e colaboradores em Cuiabá

Dia 19.11
8h – Sindicato Rural de Chapada dos Guimarães;
14h – Sindicato Rural de Campo Verde

Dia 20.11
8h – Sindicato Rural de Planalto da Serra;
14h – Sindicato Rural de Nova Brasilândia;

Dia 21.11

8h – Sindicato Rural de Poconé;
14h – Sindicato Rural de Nossa Senhora do Livramento

Dia 22.11
8h – Sindicato Rural de Santo Antônio do Leverger;
14h – Sindicato Rural de Cuiabá

Dia 23.11
8h – Sindicato Rural de Rosário Oeste

 

Última rodada do PDS é nesta terça-feira em Cuiabá

Nesta terça-feira (06.11) e quarta-feira (07.11) será a última rodada do Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS), com a participação dos Sindicatos Rurais da regional de Cuiabá. Dirigentes e colaboradores dos nove sindicatos da região passarão pela capacitação “Sindicato Forte”, na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), na capital. A partir do dia 19 de novembro, começará a etapa de planejamento estratégico.

Durante todo o ano, 68 Sindicatos Rurais nas regionais de Colíder, Sorriso, Rondonópolis, Barra do Garças, São José dos Quatro Marcos, Campo Novo do Parecis, Juína e Querência receberam as equipes do PDS, considerado o maior programa que a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e o Senar-MT desenvolveram diretamente para os Sindicatos Rurais de Mato Grosso. O objetivo do projeto é capacitar dirigentes e colaboradores sindicais para prepará-los para a gestão sindical, agregar conhecimento, quebrar paradigmas e apresentar tendências para os sindicatos.

Conforme o presidente do Sistema Famato, Rui Prado, o foco do PDS é auxiliar os sindicatos no seu planejamento e estruturação. “Foi um ano de muito trabalho, em que pudemos levar conhecimento sobre gestão e planejamento aos Sindicatos Rurais de todas as regionais. Já começamos a colher os frutos do projeto, com os sindicatos realizando planejamentos e se preparando mais para os desafios do setor”, observa o presidente do Sistema Famato, Rui Prado.

Além de passarem por capacitação e realizarem o planejamento estratégico, os Sindicatos Rurais também recebem os produtos do PDS que auxiliarão os dirigentes na gestão das entidades. São eles: Índice de Desenvolvimento Sindical (IDS), Sindicato Forte, Município em Números, Manual de Boas Práticas Sindicais e o Pauta Pronta. “São ferramentas desenvolvidas pelo Sistema Famato para auxiliar os trabalhos dos sindicatos”, explica Prado.

Programação

Dias 06 e 07.11
Capacitação de dirigentes e colaboradores em Cuiabá

Dia 19.11
8h – Sindicato Rural de Chapada dos Guimarães;
14h – Sindicato Rural de Campo Verde

Dia 20.11
8h – Sindicato Rural de Planalto da Serra;
14h – Sindicato Rural de Nova Brasilândia;

Dia 21.11

8h – Sindicato Rural de Poconé;
14h – Sindicato Rural de Nossa Senhora do Livramento

Dia 22.11
8h – Sindicato Rural de Santo Antônio do Leverger;
14h – Sindicato Rural de Cuiabá

Dia 23.11
8h – Sindicato Rural de Rosário Oeste

PDS: Sindicatos Rurais de Vila Rica e Santa Cruz do Xingu definem suas metas

Encerrada a etapa de planejamento estratégico da oitava rodada do Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS), os Sindicatos Rurais de Vila Rica e Santa Cruz do Xingu reuniram suas diretorias para a definição das metas.

O município de Vila Rica, distante 1.261 quilômetros de Cuiabá, tem a pecuária de corte como a principal atividade econômica. O rebanho chega a 693 mil cabeças. A produção de leite também tem espaço, sendo produzidos 10 milhões de litros em 2011.

Participantes do PDS no Sindicato Rural de Vila Rica.

Para o presidente do Sindicato Rural de Vila Rica, Eduardo Ribeiro, a união dos produtores rurais é fundamental para o fortalecimento da agropecuária do município e do sindicato. Além disso, Ribeiro elenca outros desafios a serem vencidos, como qualificação da mão de obra e prestação de serviços aos associados. “Estamos trabalhando para trazer qualificação profissional por meio de parceria com o Senar-MT. Nosso intuito é atender a demanda dos produtores rurais que necessitam de bons profissionais para aumentar sua produção”, enfatiza.

Presidente do Sindicato Rural de VIla Rica, Eduardo Ribeiro.

Em Santa Cruz do Xingu o primeiro desafio é chegar na cidade. Um dos acessos é pela MT-430, que não é pavimentada. O município tem apenas 1.900 habitantes e 85% da geração de renda é oriunda da agropecuária. A pecuária de corte predomina, com um rebanho de 105 mil cabeças, porém a produção de soja começa a avançar, sendo produzidos na safra 2011/2012, de acordo com o Imea, 29 mil toneladas. Os dirigentes e sócios do Sindicato Rural de Santa Cruz do Xingu estão decididos a fortalecer o sindicato e terem voz ativa no município, participando das discussões que envolvam toda a sociedade.

Instrutor do Senar Central, Olympio Santos Bezerra, conduz o planejamento estratégico no Sindicato Rural de Santa Cruz do Xingu.

Um ponto que chamou a atenção da equipe do PDS foi a grande participação dos sócios do Sindicato Rural no planejamento estratégico. Um exemplo é o produtor rural e associado, Fokko Schwabe, que participou dos dois dias de capacitação do PDS em Querência e também do planejamento.

Equipe reunida em Santa Cruz do Xingu.

O presidente do Sindicato Rural de Santa Cruz do Xingu, Jair Silvério, acredita que o PDS trouxe uma nova visão da importância do sindicato para os produtores rurais do município. “Com a oportunidade de participar da capacitação e do planejamento, nossos sócios entenderam que a classe unida faz toda a diferença”, comenta.

Entre as metas estabelecidas no planejamento estratégico do Sindicato Rural de Santa Cruz do Xingu estão a ampliação de serviços aos associados, divulgação das ações do sindicato e intensificação dos cursos do Senar-MT.

Querência e Porto Alegre do Norte: Missão Cumprida!

Na quinta-feira (25.10) os Sindicatos Rurais de Querência e Porto Alegre do Norte foram os primeiros da regional de Querência a realizar o planejamento estratégico nesta oitava rodada do Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS).

Em Querência, município que está a 913 quilômetros de Cuiabá, a produção de soja vem se destacando significadamente nos últimos anos. A região é considerada a nova fronteira agrícola de Mato Grosso e a produção da oleaginosa na safra 2011/2012 foi de cerca de 1 milhão de toneladas. O arroz também tem espaço no município, cuja produção em 2010 foi de 40 mil toneladas, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Membros do Sindicato Rural de Querência que participaram do planejamento estratégico.

Segundo o presidente do Sindical Rural de Querência, Gilmar Dell’Osbel, a entidade procura participar do dia a dia dos associados. “Entendemos que a representação dos produtores rurais é nossa missão, informá-los e orientá-los sobre os principais assuntos que estão sendo discutidos é o nosso papel”, destaca.

Para Dell’ Osbel, o PDS vem para reforçar que o trabalho da diretoria está no caminho certo, porém ele pontua que ainda há muito o que melhorar . “As metas estabelecidas no planejamento estratégico são voltadas para o aumento da participação dos sócios, ampliação da prestação de serviços e melhoria da relação do Sindicato Rural com os associados”, pontuou.

Presidente do Sindicato Rural de Querência, Gilmar Dell’Osbel.

 

Porto Alegre do Norte

“As coisas são sempre as mesmas, o que as diferenciam são as mãos que as constroem!”. É com este pensamento que o presidente do Sindicato Rural de Porto Alegre do Norte, Édio Brunetta, e sua diretoria estão gerindo a entidade.

O município se destaca na pecuária, com 135 mil cabeças de rebanho bovino. A produção de soja está crescendo e atingiu 100 mil toneladas na safra 2011/2012, segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Para melhorar ainda mais a competitividade da agropecuário da cidade, o presidente do Sindicato Rural, Édio Brunetta, pontua que é necessário resolver o déficit de mão de obra no município. “Nosso intuito é fortalecer o sindicato e ampliar nossa parceria com o Senar-MT para ampliar o número do trabalhadores rurais capacitados no município”.

Equipe do Sindicato Rural de Porto Alegre do Norte.


Programação

Dia 27.10
8h – Sindicato Rural de Porto Alegre do Norte;
14h – Sindicato Rural de Confresa.

 

PDS: Representantes dos Sindicatos Rurais da regional de Querência passam por capacitação

Depois de passar por 64 Sindicatos Rurais de Mato Grosso, o Plano de Desenvolvimento Sindical (PDS) chega em sua oitava rodada. Dirigentes e colaboradores dos sete sindicatos da regional de Querência se reuniram nos dia 23 e 24 de outubro para participar da etapa de capacitação do Programa Sindicato Forte que compõe o PDS.

Participantes concentrados na capacitação.

Nos dois dias de capacitação foram abordados temas como sistema sindical rural, liderança sindical, motivação, comunicação, organização do Sindicato Rural e mudanças de paradigmas. O curso foi conduzido pelos instrutores do Senar Central Celso Botelho e Olympio Bezerra.

Os educadores do programa Sindicato Forte, Olympio Santos Bezerra e Celso Botelho, vestem a camisa do PDS.

Os participantes da capacitação realizaram dinâmicas e discutiram sobre a importância do Sindicato Rural para o município. O momento é importante, pois possibilita interação entre dirigentes e colaboradores.

Participantes do PDS realizam dinâmicas em grupo.

Na ocasião, o diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogério Romanini, realizou a entrega do “Município em Números”, quadro que contém dados socioeconômicos de cada município.

Rogério Romanini entrega o Município em Números a representante do Sindicato Rural de Confresa.
Rogério Romanini entrega o Sindicato Em Números para o presidente do Sindicato Rural de Querência, Gilmar Dell´Osbel.
Instrutores do Senar Central, Olympio Santos Bezerra e Celso Botelho entregam o Sinidicato em Números para o representante do Sindicato Rural de Santa Cruz do Xingu, Fokko Schwabe.
Rogério Romanini entrega o Sindicato Em Números ao presidente do Sindicato Rural de Vila Rica, Eduardo Ribeiro da Silva.
Rogério Romanini entrega Sindicato em Números ao presidente do Sindicato Rural de Porto Alegre do Norte, Édio Brunetta.

Após dois dias de muito aprendizado, é hora da confraternização, um momento reservado para descontrair e interagir com direito a churrasco e muita animação.

Após tanto aprendizado, é hora da confraternização!
Todos reunidos após os dois dias de capacitação.
A força das mulheres!

A próxima etapa do PDS pela regional de Querência é o planejamento estratégico em cada um dos Sindicatos Rurais da região. Acompanhe-nos nesta jornada!

Esta é a equipe PDS que segue para a etapa de planejamento estratético nos Sindicatos Rurais da regional de Querência: O instrutor do Senar Central, Olympio Santos Bezerra, a analista sindical do Núcleo Técnico da Famato, Diana Maia, e o supervisor do Senar-MT da regional de Querência, Kleber Müller.


Programação

Dia 26.10
8h – Sindicato Rural de Vila Rica
19h – Sindicato Rural de Santa Cruz do Xingu

Dia 27.10
8h – Sindicato Rural de Porto Alegre do Norte;
14h – Sindicato Rural de Confresa.